• Redação

Abertura do Fenata terá estrelas nacionais e surpresa ao público

Atualizado: 8 de nov.

A UEPG preparou intervenções artísticas para marcar o início da 50º edição do Festival

Vladimir Brichta, Julia Lemmertz, Dani Barros, Marcio Vito e Claudio Mendes fazem parte do Espetáculo de abertura. A direção é assinada por Guilherme Weber. Foto: Annelise Tozetto


O espetáculo TUDO abre a Mostra de Teatro – 50º Festival Nacional de Teatro, neste dia 08 de novembro. A apresentação começa às 20h, no Cine-Teatro Ópera e traz no elenco nomes consagrados como Vladimir Brichta, Julia Lemmertz, Dani Barros, Marcio Vito e Claudio Mendes. A direção é assinada por Guilherme Weber (atualmente na novela Cara e Coragem/TV Globo) com produção da Quintal Produções, do Rio de Janeiro.


A apresentação em Ponta Grossa será a 51ª do espetáculo. “O convite para participar desse festival em uma data tão especial, obviamente era um convite irrecusável. Esperamos que vocês não só assistam nosso espetáculo no dia 08, mas que vocês acompanhem o festival e festejem esse momento tão especial, nesta data tão simbólica e tão expressiva”, declara o ator Vladimir Brichta (confira o recado do elenco especialmente para o público do Fenata).


A comédia TUDO é uma das mais aclamadas peças em circulação no país neste ano. De autoria do dramaturgo argentino Rafael Spregelburd, é composta por três fábulas morais (“como as de Esopo, porém sem animais”) que investigam o indivíduo em confronto com o poder a partir de três perguntas: Por que todo Estado se torna burocracia? Por que toda Arte vira negócio? Por que toda Religião se torna superstição?


A primeira apresenta um grupo de funcionários vivendo suas rotinas em uma repartição pública, quando começam a questionar valores e alguns comportamentos absurdos. A segunda mostra uma família num jantar de natal, onde os convidados só darão início à ceia após uma contundente discussão sobre valores absolutos e particulares do mundo contemporâneo. A terceira traz um casal e seu filho recém-nascido que fica doente em uma noite de tempestade.


Destaque no Festival de Teatro de Curitiba, onde fez sua estreia em abril deste ano, o espetáculo já foi visto por mais de 15 mil pessoas e é um dos mais comentados no Brasil em 2022 pela sua qualidade. TUDO está indicado em seis categorias do Prêmio Cesgranrio: melhor espetáculo, direção, ator, atriz, desenho de luz e cenografia. “Eu queria falar da minha alegria de estar participando das comemorações. Vai ser uma única apresentação com o espetáculo (…) e espero que vocês todos, todas e todes possam nos dar o prazer da presença nessa noite única de celebração”, convida a atriz Júlia Lemmertz.


“Escolhemos essa peça pelo sucesso que ela está tendo por onde passa, sendo uma comédia que fala sobre o nosso tempo, que gera reflexão de forma leve e divertida. Assim, o Fenata mostra que está antenado com o que de melhor está sendo produzido no teatro brasileiro”, conta Eduardo Godoy, produtor executivo do Fenata.


Os ingressos para o espetáculo de abertura são limitados e estão à venda por R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia), no quiosque do Fenata, no Shopping Palladium, piso Térreo, em frente à Renner. O pagamento pode ser feito exclusivamente em dinheiro ou Pix. Para todas as outras apresentações da Mostra Adulta, às 20h, no Cine-Teatro Ópera, os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Inclusive para o espetáculo de encerramento, O Grande Circo Místico. Apresentações em outros horários e de outras Mostras são gratuitas.

Abertura em clima de comemoração

Além da peça especial de abertura, a organização preparou algumas surpresas para o público que estiver no entorno do Cine-Teatro Ópera. As atividades estão programadas para começar a partir das 19h30. Domitila Gonzalez é diretora artística da abertura do Festival e trouxe o desafio de trazer ações diferenciadas para encantar a população.

Domitila Gonzalez (ao centro) é a diretora artística da abertura e promete surpreender o público. Foto Renato Mangolin.

“Depois de tanto tempo longe ou acompanhando manifestações artísticas à distância, por conta do hiato causado pela pandemia da Covid-19 nas atividades culturais, precisamos lembrar de como é gostoso ir ao teatro. Lembrar de que o teatro existe, que está vivo e que é uma grande celebração. Por isso, convidamos quem estiver na frente do Ópera a fazer parte disso e celebrar conosco não só o retorno presencial do Fenata e sua 50ª edição, mas a toda potência que existe no encontro entre atores e público, entre festival e cidade”, afirma Domitila.


Nelson Silva Junior, coordenador geral do 50º Fenata. Foto: Divulgação

Para o coordenador geral do Fenata e diretor de Assuntos Culturais da UEPG, Nelson Silva Junior, a tônica desta edição é a festividade para comemorar um dos festivais mais antigos do país, ininterruptamente apresentado e que traz a história de vida de muitas pessoas. “A programação para a abertura será para que as pessoas vejam e fiquem curiosas sobre o que está acontecendo, como se fosse uma festa de aniversário mesmo, colorida, alegre, com sorrisos e alegria. Vamos trabalhar com performances antes da abertura, brindes e coisas diferentes das edições anteriores”.


Realização e apoio

A Mostra de Teatro – 50º Festival Nacional de Teatro (Fenata) é realizada pelo Ministério do Turismo, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e Fundação de Apoio à UEPG (FAUEPG), com patrocínio da GMAD, Deragro – empresa do Grupo Lavoro, Belgotex do Brasil, Tratornew e Shopping Palladium. Conta ainda com o incentivo da Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e Conselho Municipal de Turismo (COMTUR). O Fenata tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Teatro Marista Pio XII, Fecomércio – Sesc Estação Saudade e Museu Campos Gerais; e promoção da RPC.


Da Assessoria